Entrar
  
ForumMercado
Entrar
Notícia

Ministério da Cultura vai promover oficinas de produção sonora audiovisual

  10/04/2018
  19:19
  Atualizado em 30/06/2018 15:37
O Ministério da Cultura (MinC) vai promover oficinas de produção sonora para o setor audiovisual. As atividades serão realizadas pelo Centro Técnico Audiovisual (CTAv), vinculado à Secretaria do Audiovisual (SAv), em datas a serem definidas. Interessados em participar podem preencher cadastro de interesse disponível no site do MinC. Serão realizados dois tipos de oficinas (fundamentos e  atividades práticas), em turmas de até 15 alunos. O número de oficinas a serem realizadas vai depender do número de interessados.
 
O objetivo da Oficina Fundamentos de Produção Sonora para o Audiovisual é transmitir os conhecimentos teóricos necessários para as diferentes etapas do processo produtivo do som. O público-alvo são estudantes do ensino médio, superior ou profissionais do audiovisual. Ao longo do programa, que terá duração de 20 horas, os participantes poderão entender um pouco mais sobre evolução da cinematografia, da tecnologia do cinema sonoro, esfera dos conhecimentos, natureza do fenômeno sonoro, acústica, absorção, audição e psicoacústica, características da audição, audioprodução e pós-produção. 
 
A orientação desta oficina ficará por conta do analista de pesquisa e tecnologia do CTAv Edwaldo Mayrink, especialista em manutenção, instalação e operação de equipamentos de áudio cinematográficos pelo National Film Board of Canada.
 
Já a Oficina Prática de Produção Sonora para o Audiovisual tem como meta estimular a criatividade do grupo por meio da prática, com especial destaque para a manipulação de efeitos sonoros. A ideia é que os alunos aprendam, nas cinco horas destinadas à oficina, a enriquecer o filme, escolhendo, criando e sincronizando os mais variados tipos de sons e, em sequência, simulando todas as situações sonoras de uma cena.
 
Na oficina prática, também serão abordados aspectos técnicos envolvidos na etapa de produção sonora do filme, a música no filme de animação, o uso dos efeitos sonoros no filme, escolha e manuseio de materiais cotidianos para efeitos sonoros diversos e técnica de trabalho para simulação de ambientes sonoros, entre outros.
 
A oficina será ministrada por Alexandre Jardim, responsável pela área de som e mixagem do CTAv. Jardim mixou mais 200 curtas e 50 longas ao longo da carreira, tais como o Dedo na ferida, de Silvio Tendler, Introdução à música do sangue, de Luiz Carlos Lacerda, e Desarquivado Alice Gonzaga, de Betse de Paula.
  Ir para o link externo
MBF
© 2018 MOVIMENTO BRASIL FUTURO.      Todos os direitos reservados.